Área superficial específica – BET

Avaliação da área ocupada pela superfície das partículas que constituem uma unidade de massa, usualmente expressa em m2/g. A quantificação da área superficial específica é realizada pelo método B.E.T., onde ocorre a adsorção de moléculas de nitrogênio na superfície das partículas das amostras. A técnica ainda permite a avaliação da porosidade e dos tamanhos dos poros presentes nas partículas, através das isotermas de adsorção e dessorção, permitindo a caracterização dos perfis de porosidade (microporos / mesoporos). Trata-se de uma medida importante, tendo em vista que todas as reações químicas se iniciam a partir da superfície. Dessa forma, se relaciona com a plasticidade de argilominerais, grau de moagem e tamanhos de partículas, reatividade durante a sinterização e processamento de reações químicas, dentre outras aplicações.

Confira outras análises do CRC clicando aqui.